Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Palestra Sá Couto: "Joaquim Pinto Coelho - Um Soldado da República"

O Centenário da República está na ordem do dia e com ele nascem as mais diferentes formas de o comemorar.
O Arquivo Municipal de Espinho, a convite da Escola E.B2/3 Sá Couto, deslocou-se à Biblioteca da instituição no dia 15 de Junho, e durante cerca de 45 minutos, falou de um Soldado da República – Joaquim Pinto Coelho.

Desenho: Pedro Nuno - Aluno do Curso Comunicação - Escola E.B 2/3 e Secundária Domingos Capela

Os alunos presentes nesta pequena palestra, aprofundaram os conhecimentos desenvolvidos ao longo do ano lectivo, alcançados através da realização de trabalhos e pesquisas sobre a República em Portugal e em Espinho.
Mais que enumerar os dados biográficos de Joaquim Pinto Coelho, esta pequena sessão serviu para demonstrar a importância do recurso às fontes primárias – os Arquivos.
A investigação realizada nas fontes documentais permitiu desvendar alguns mistérios, responder a dúvidas e clarificar algumas ideias erradas sobre esta personagem republicana.
Outro dos pontos essenciais da mini palestra foi o uso de citações de Joaquim Pinto Coelho, que ajudam a perceber a importância da República na sua vida e na vida dos espinhenses.

A causa da República era a causa da Pátria!

Alguns dados sobre Joaquim Pinto Coelho:
Este republicano nasceu numa freguesia de Mozelos, do Concelho da Feira, em 27 de Fevereiro de 1868. Em 1898, já com curso da Escola Médico – cirúrgica, fez de espinho a sua terra.
A sua ligação ao desenvolvimento de Espinho inicia-se em 1902, com a sua eleição para Presidente da Câmara Municipal, facto que voltaria a ocorrer em mais 3 ocasiões, entre elas, 1910, após a instauração da República.
Este médico – político e “Jornalista” serviu espinho e o Partido Republicano Português.

video

video

P.S. - O video foi realizado de forma a acompanhar a música e não o contrário! Afinal o que parece nem sempre é! :)

Sem comentários: