Pesquisar neste blogue

terça-feira, 22 de junho de 2010

Roteiro "Edificios com História" - Conferência e Passeios a Pé

Antigo edifício S. Pedro


15 de Julho
- Conferência de Abertura
Apresentação do Roteiro. Enquadramento e mostra documental relativa aos edifícios seleccionados.
Horário: 18h
Local: Fórum de Arte e Cultura de Espinho


18 e 25 de Julho
- Passeios a Pé – Roteiro “Edifícios com História”
Local de Encontro: Praça Dr. José Salvador
Horário: 10h00min
Actividade:
Passeio a pé pelas ruas da cidade apontando traços específicos de diferentes correntes arquitectónicas que se entrelaçam, se harmonizam (ou não) e que se inscrevem na paisagem urbana, aliando a História à Arte, não esquecendo as “estórias” que cada edifício também conta (já foi uma escola, uma loja, uma casa de habitação, hoje funciona um restaurante, um serviço público etc).
Público-Alvo: Público em geral.


A actividade exige inscrição prévia. Gratuita.


Contactos:

Telefone: 227 326 258

E-mail:



Horário: 9h às 17h (2ª a 6ª feira)

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Palestra Sá Couto: "Joaquim Pinto Coelho - Um Soldado da República"

O Centenário da República está na ordem do dia e com ele nascem as mais diferentes formas de o comemorar.
O Arquivo Municipal de Espinho, a convite da Escola E.B2/3 Sá Couto, deslocou-se à Biblioteca da instituição no dia 15 de Junho, e durante cerca de 45 minutos, falou de um Soldado da República – Joaquim Pinto Coelho.

Desenho: Pedro Nuno - Aluno do Curso Comunicação - Escola E.B 2/3 e Secundária Domingos Capela

Os alunos presentes nesta pequena palestra, aprofundaram os conhecimentos desenvolvidos ao longo do ano lectivo, alcançados através da realização de trabalhos e pesquisas sobre a República em Portugal e em Espinho.
Mais que enumerar os dados biográficos de Joaquim Pinto Coelho, esta pequena sessão serviu para demonstrar a importância do recurso às fontes primárias – os Arquivos.
A investigação realizada nas fontes documentais permitiu desvendar alguns mistérios, responder a dúvidas e clarificar algumas ideias erradas sobre esta personagem republicana.
Outro dos pontos essenciais da mini palestra foi o uso de citações de Joaquim Pinto Coelho, que ajudam a perceber a importância da República na sua vida e na vida dos espinhenses.

A causa da República era a causa da Pátria!

Alguns dados sobre Joaquim Pinto Coelho:
Este republicano nasceu numa freguesia de Mozelos, do Concelho da Feira, em 27 de Fevereiro de 1868. Em 1898, já com curso da Escola Médico – cirúrgica, fez de espinho a sua terra.
A sua ligação ao desenvolvimento de Espinho inicia-se em 1902, com a sua eleição para Presidente da Câmara Municipal, facto que voltaria a ocorrer em mais 3 ocasiões, entre elas, 1910, após a instauração da República.
Este médico – político e “Jornalista” serviu espinho e o Partido Republicano Português.

video

video

P.S. - O video foi realizado de forma a acompanhar a música e não o contrário! Afinal o que parece nem sempre é! :)

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Prova de Aptidão Profissional - Dulce Borges e Marta Guimarães

No dia 4 de Junho, as estagiárias do Curso Profissional de Animação Sociocultural da Escola Dr. Manuel Laranjeira, apresentaram o seu Projecto de Aptidão Profissional (PAP) no FACE (Fórum de Arte e Cultura de Espinho).


O projecto consistiu na realização de diversas actividades relacionadas com o Arquivo Municipal de Espinho, mais propriamente com a Memória do Concelho de Espinho. O Jogo da Glória, a Caça ao Kit do Arquivista, a Visita ao Arquivo e ainda a criação de um arquivo feito com caixas de cereais, foram as actividades desenvolvidas com uma turma de 6ºano da Escola Secundária Dr. Manuel Laranjeira.

Jogo da Glória


A actividade iniciou-se com a divisão dos alunos em duas equipas, elegendo-se um chefe de equipa. Este seria o único a lançar o dado e a percorrer as várias casas do jogo. Quando os chefes das respectivas equipas lançavam o dado, se caíssem numa casa de pergunta, era escolhido um jogador para responder à uma questão. Se respondessem acertadamente, tinham a oportunidade de voltar a lançar o dado, se a resposta não fosse a correcta, ficavam na mesma casa. Quando a casa encontrada fosse de actividade, dependendo do jogo, eram escolhidos, pelo chefe de equipa os que iriam jogar. A equipa vencedora da actividade tinha a oportunidade de voltar a lançar o dado. Ganhava a equipa que conseguisse chegar mais rápido à casa da chegada.
O Jogo da Glória teve como objectivo conduzir os alunos pelo Passado e Presente de Espinho, respondendo a perguntas relacionadas com a História do Concelho. Com o avanço de casa em casa, para além das perguntas, realizavam-se jogos, como por exemplo – o Jogo do Prego, o Jogo do Saco, o Jogo da Memória, o Jogo da Carica, o Jogo do Peão, entre outros.



Caça ao Kit do Arquivista

Na “Caça ao Kit do Arquivista”, antecedendo a espécie de Peddy Paper, foi mostrado um PowerPoint com diversos materiais que os alunos deveriam de decifrar se pertenciam ou não ao kit. Mas afinal, o que é o Arquivo e o Serviço Educativo? Essa explicação foi desvendada com a Visita ao Depósito do Arquivo. Com a visita ao Arquivo Municipal de Espinho, os alunos passarem a ter uma maior noção do que é este Serviço e para que fim é usado. Documentos, livros e ainda fotografias de antigos Presidentes da Câmara Municipal de Espinho, foram alguns dos elementos do acervo arquivístico que foram desvendados. Esta actividade revelou por parte dos alunos um enorme interesse e despertou a vontade de adquirir novos conhecimentos.
A hora da animação e da “correria” chegou! Para iniciar a actividade, os alunos foram divididos em duas equipas, sendo-lhes entregue uma folha com pistas com o objectivo de descobrirem os objectos relacionados com o Kit de Arquivista e que estavam escondidos pelo Fórum. Objectos como lápis, luvas, uma máscara, uma trincha, uma bata, entre outros materiais importantes, foram formando o Kit final da actividade.



Por último os alunos fizeram o seu Arquivo pessoal, com caixas de cereais.





Esta manhã de ansiedade e nervosismo, passou e tornou-se num dia a relembrar.


Texto: Dulce Borges e Marta Guimarães
Fotos: Andreia Leite e Alexandra Jesus

sexta-feira, 4 de junho de 2010

O Rei Visita a Fábrica...

No dia 1 de Junho de 2010, passados 102 anos, o Rei D. Manuel II voltou a Espinho…
O Serviço Educativo do Museu, em colaboração com o Serviço Educativo do Arquivo, relembrou a vinda do Rei D. Manuel a Espinho, facto importante e marcante na História do Concelho.
Membro da realeza portuguesa, o Rei D. Manuel II, deslocou-se novamente ao espaço da Fábrica Brandão Gomes, onde hoje se localiza o Museu Municipal e que naquele dia - 23 de Novembro de 1908 - foi tão pequeno para tanta euforia.

O Jardim de Infância de Guetim passou uma manhã diferente, encarnando personagens históricas, que ainda hoje descobrimos no quotidiano contemporâneo espinhense.
Mas pensando na história… Estão a imaginar o Rei? Uma pessoa que vestia roupa cheia de cor, brilhante e usava coroa? Estão a imaginar a multidão que acorreu à Fábrica de Conservas naquele dia? Quem foram os protagonistas? Quem marcou o dia? Muitos terão sido as pessoas a vivenciar tal dia, essencialmente anónimos, eufóricos e de pulmões cheios, prontos a gritar - “Viva ao Rei”.

Melhor que preencher este espaço com letras, fica o registo fotográfico das mais ilustres personalidades presentes na História da Fábrica Brandão Gomes e na História de Espinho.

Mas atenção, não se deixem enganar pelo ar divertido e sorridente e muito menos, não valorizem as suas estaturas pequenas, pois estas pessoas, souberam sempre envergar a sua posição e marcar a sua presença de forma bem carismática.

A Banda de Música da Fábrica Brandão Gomes...

O Pescador...




As Varinas...




Uma operária...




Um Operário...


Um dos donos... Henrique Brandão
Alexandre Brandão... outro dos donos

Augusto Gomes... o terceiro dos donos... mas não o último

O Excelentíssimo Rei D. Manuel II





quarta-feira, 2 de junho de 2010

Dia Mundial da Criança

No dia Mundial da Criança, o Fórum de Arte e Cultura de Espinho decidiu proporcionar um dia diferente a algumas crianças do concelho.
Entre actividades do Arquivo e Museu Municipal de Espinho, entre música e descontracção, o tempo foi pouco para tanta brincadeira.

Vamos descobrir alguns momentos deste dia…

Os alunos da Escola Básica da Corredoura chegaram ao FACE por volta das 11h. Antes da correria começar, era preciso guardar as mochilas e lancheiras, repletas de coisas boas para comer durante o “pic-nic”.
Já sem pensar em comida, a manhã trouxe um desafio difícil – encontrar os objectos escondidos. Os segredos do Arquivo Municipal de Espinho perderam-se e era preciso encontrá-los. O Peddy-Paper “Baú dos Segredos”, conduziu as crianças pela descoberta do espaço do FACE, ansiando localizar os objectos perdidos. Por entre correrias, momentos de desorientação, lá se foram descobrindo os esconderijos.
A dúvida estava instalada, afinal, de todos os objectos, quais seriam os de arquivo e os que não tinham qualquer interesse para o Arquivo Municipal de Espinho? Pensando bem, tudo se pode arquivar, se cada objecto, folha ou simples pensamento, for importante para o nosso arquivo pessoal. A nossa memória pessoal é importante, mas neste desafio, o importante era descobrir o que importava para a memória do concelho de Espinho.

Concluída a separação dos objectos do Arquivo Municipal, a hora tão ansiada tinha chegado…. ALMOÇOOOOOOOOOOOOOO… ou não fosse um almoço diferente. Escondidinhos do sol, as crianças comeram o seu almoço especial para o Dia da Criança.

O tempo foi passando e mal terminaram o seu almoço, o rebuliço instalou-se… “O que vamos fazer agora?” era a pergunta que mais se ouvia, pois havia energia para dar e vender!
Esperando a próxima actividade, o pedido foi geral… I Gotta a Feeling, dos Black Eyed Peas. “Venha a música” - disse eu, mas só se a dançarem! E em conjunto, já bem ensaiadinhos, o grupo dançou a coreografia da música.

O resto da tarde foi preenchido com Jogos Tradicionais, recordando a importância desse tipo de jogos para as gerações anteriores. Colher e o ovo, Jogo da Farinha, Pau na Garrafa, Jogo das Laranjas, Jogo das Cadeiras, Atira às latas, foram os jogos escolhidos.

Sem dar por ela, o tempo passou e a hora do regresso à escola chegou! Foi um dia bem divertido e bem passado.

Resta-nos agradecer à Escola Básica da Corredoura, às professoras, às auxiliares e claro, a todas as crianças!





Um agradecimento especial para:
Ana Carvalho
Marta Guimarães
Dulce Borges
Andreia
Guilherme